Sobre o valor de um filhote

1

Quando você for adquirir um filhote pense que a idade média de um gato é em torno de 15 anos e pode chegar aos 17 anos. Por isso, não pense que o seu custo será apenas o custo de aquisição do filhote/gato. Durante toda a vida dele, haverão muitos outros custos relativos a alimentação, assistência veterinária, necessidade de cuidados, de higienização, etc.

Portanto, é importante não se deixar levar apenas pela atração pelo menor preço. Considere o quão saudável e perfeito é o gato.

Como em tudo na vida, o preço está relacionado com a qualidade. No caso de um gato, como ser vivo que é, este é extremamente susceptível às condições em que são criados.

Assim, o primeiro quesito de qualidade recai necessariamente sobre o criador em termos da sua responsabilidade, ética e cuidados para com a sua criação, tais como: Alimentação Super Premium, acompanhamento veterinário freqüente e especializado, espaço suficiente e instalações adequadas, condições higiênicas e sanitárias perfeitas, bom manejo e a não reprodução entre indivíduos com parentesco muito próximo para evitar problemas oriundos de consangüinidade (Inbreeding).

O segundo quesito de qualidade recai sobre o gato propriamente dito. O trabalho de um criador sério busca o aperfeiçoamento contínuo da Raça do ponto de vista do seu genótipo (características genéticas) e fenótipo (características físicas). Para isso, primeiramente estuda-se e pesquisa-se sobre as melhores linhagens genéticas, utiliza-se gatos de qualidade superior como matrises e padreadores, planeja-se e experimenta-se o cruzamento, como dissemos, entre os melhores indivíduos da raça, sempre se tendo em vista, a complementação das características positivas individuais de cada um dos dois gatos (macho e fêmea).

A partir do cruzamento então nascem gatinhos que dependendo das suas características físicas (fenótipo) se classificará em uma das categorias do Padrão Oficial da Raça Persa Himalaia que podem ser:

Padrão SHOW - Trata-se do gato que possui todas as características do padrão estabelecido acima; gatos aptos a participarem e estarem colocados entre os melhores exemplares da raça, nas Exposições Internacionais de Julgamento

Padrão BREEDER - Gatos que possuem excelente linhagem; ou seja, filhos de grandes campeões, ou que nasceram na mesma ninhada dos gatinhos Shows, mas que não são exatamente como exige o padrão ideal: possuem o narizinho um pouco mais para baixo, ou orelhas um pouco maiores, por exemplo; mas que tem um excelente pedigree, atestando a pureza da raça e qualidade de sua linhagem, e que possuem carga genética boa o suficiente para gerar filhotes Show, mesmo que ele próprio não seja considerado um exemplar desse padrão.

Padrão PET - Gatos persas com pedigree, que, embora filhos de pais persas muitas vezes pais padrão show ou breeder, mas que não possuem o padrão ideal e que, provavelmente (em genética, há sempre de possibilidades, isso não pode ser afirmado), não gerarão filhotes com padrão Show, ou extremados. Trata-se dos persas com nariz mais alongado, orelhas maiores, corpo mais delgado, embora possam apresentar a linda pelagem.

Em resumo, o valor varia, primeiramente, de criador para criador em termos do exposto anteriormente, depois, de gato para gato, neste último, em função das suas características físicas em relação ao padrão da Raça Himalaia e da sua linhagem de sangue.

Assim, são múltiplos os fatores que definem o valor de um filhote, pois depende da qualidade do gato (que depende da sua procedência, de quão saudável o filhote é e da sua linhagem de sangue), e do seu padrão frente ao padrão oficial da raça,  dentre outros muitos fatores.

Apenas como exemplo, somos totalmente contrários ao ”Imbreeding” (acasalamento entre parentes). Na verdade, o Inbreeding possibilita se reforçar geneticamente as características do animal. Portanto, se desejamos reforçar as características de beleza de um gato, o ”Inbreeding” é largamente utilizado para esse fim.

Entretanto, como dito anteriormente, o “Inbreeding” reforça as características do gato, mas isso acontece tanto para as características positivas quanto para as negativas também. Portanto, o “Inbreeding” é como uma faca de dois gumes. Melhora as características positivas (como a beleza), mas reforça também características negativas.

Problemas de saúde, de tamanho, de libido (reprodução), de pouca capacidade para amamentação, e o pior de todos eles, do enfraquecimento do sistema imunológico, são conseqüências comuns do Inbreeding.

Daí existirem tantos gatos lindos maravilhosos, mas com freqüentes problemas de saúde, de tamanho muito reduzido, etc. Apenas reproduzimos os bichanos que, além de belos, possuem as outras características desejáveis e necessários, como, por exemplo, indivíduos resistentes em termos de saúde.

Mas muitas das características negativas de um gato não podem ser vistas a olhos nú no momento da aquisição do filhote. Apenas com o tempo, à medida em que os problemas vão surgindo, é que se percebe as conseqüências negativas do “Inbreeding”. Por essa razão, nossas linhagem de sangue é bem aberta, por não adotarmos o ”Inbreeding”.

Contudo, para isso, precisamos criar uma quantidade maior de gatos, o que é mais difícil de se fazer e, naturalmente, bem mais oneroso. Mas preferimos isso a procedermos ao “Inbreeding”.

Como conhecer bem a procedência do filhote, sua qualidade, etc.

Nos casos possíveis, procurem conhecer os gatos e o local onde vivem, como são tratados (alimentação, condições higiênicas e sanitárias), vacinas, medicamentos, controle de saúde, exames laboratoriais) e como vivem (soltos ou em gaiolas), e, fundamentalmente, o criador.

Todos os nossos filhotes são entregues com seu pedigree mediante ao pagamento integral;

. Nossos filhotes serão liberados com no mínimo 3 a 4 meses de idade, já vacinados com pelo menos três doses da vacina IV da Fort Dodge e vermifugados para os vários tipos de parasitas e protozoários.

. Não procedemos ao desmame precoce. O desmame se dá naturalmente pelo avanço da idade. São alimentados  com rações Premium acrescida de uma série de suplementos alimentares.

 Fernanda & Ronaldo

COMENTÁRIOS (1)

  • Marisa
    04/06/13

    Bom dia!
    Parabéns! Seus gatos são maravilhosos!

    Me apaixonei pelo Sonny… É uma pena o gatil ser tão longe…
    Eu sou uma grande apaixonada por animais e me encantei pelo trabalho de vcs…

    Os bichanos são realmente lindos.

    Parabéns mais uma vez!

Deixe um comentário