Uso inapropriado da caixa sanitária

0

O uso inapropriado da caixa sanitária é a razão Nº1 do abandono, maus-tratos ou desrespeito ao gato. Por isso, divulgue essa informação a quem você conhecer, pois o esclarecimento dos fatos poderá salvar a vida de um gato!
Muitas vezes as pessoas pensam que a utilização inapropriada da caixa sanitária está relacionada a apenas uma questão. As principais razões são: o instinto sexual de marcação de território, o desconforto de utilizar a caixa de areia ou uma insatisfação do gato.

Embora na grande maioria dos casos o problema é comportamental, não se pode desprezar a possibilidade de ter origem em questões de saúde.

Existe sangue na urina?
Primeiramente devemos avaliar se não existe algum problema de saúde. Além de problemas urinários (infecção urinaria, pedras nos rins, problemas nos rins, vermes, giardia ou alergia a alimentar) podem existir outras razões de saúde, como, por exemplo, uma artrite que possa dificultar o gato subir na caixa sanitária.  Se o gato é idoso, pode ser um problema geriátrico.

Em sendo comportamental, então primeiramente você deve observar o gato está fazendo; evitando o uso da caixa ou marcando território; para depois entender o que fazer.

A urina está em superfícies horizontais ou verticais?
Normalmente, se ele urina em superfície horizontal então ele está cumprindo sua necessidade fisiológica. Neste caso ele pode estar evitando a caixa de areia por desconforto ou enviando uma mensagem. No último, então é uma questão comportamental.
Por outro lado, se a urina está numa superfície vertical então é proveniente de um gato, macho ou fêmea, que está demarcando território.
Ambos, macho e fêmea, podem demarcar território. E a demarcação, embora seja mais usualmente realizada através da urina, pode também ser feita através da defecação fora da caixa sanitária.
Gatos, fêmeas ou machos que forem castrados antes de se tornarem sexuados, em geral, no inicio da idade adulta, são muito improváveis de demarcarem território. Eles o farão apenas em casos extremos de insatisfação para enviar mensagem ou por desconforto em utilizar a caixa sanitária por não estar limpa.

CAIXA SANITARIA
A caixa sanitária deve estar sempre limpa. O gato é como nós, não gosta de ir a um banheiro imundo! Para isso, coloque tantas quantas forem necessárias para que o gato tenha sempre uma caixa limpa disponível. A localização da caixa sanitária deve ser num lugar agradável, tranqüilo e longe de equipamentos eletro mecânicos como maquina de lavar, pois o barulho repentino pode assustar o gato e fazê-lo associar àquela caixa sanitária um desconforto. Quando o gato vai urinar ou defecar essa é uma situação de vulnerabilidade para ele. Em locais onde existem mais de um gato é comum que por questões de domínio territorial que o gato seja emboscado quando vai até a caixa sanitária. Por essa razão as caixas devem ficar em locais de fácil acesso e que não permitam que ele seja emboscado. Ela deve ser colocada longe da vasilhas de alimento e água, pois não gosta de se alimentar perto da sujeira.

DESCONTENTAMENTO
Uma das poucas formas de manifestação de descontentamento do gato é através da urina ou fezes. Quando você tiver esse problema pense também no que possa estar trazendo descontentamento para o gato.

Ele andava solto e agora passou a ser preso? Ele ganhou algum concorrente do seu afeto? Um novo filho ainda BB. Um outro Pet. Ou estará ele tendo uma vida entediante? Ou solitária? Ou num espaço muito pequeno? Nesse último caso, pense como na perspectiva VERTICAL, como o gato pensa. Crie possibilidades para o gato subir para locais mais altos onde eles adoram ficar. Coloque prateleiras ou móveis onde ele possa subir. Invista em melhorar a satisfação de viver do gato. Brinquedos também são importantes. Um momento da sua atenção diariamente dedicado ao gato atenua a insatisfação e faz milagres.

Nunca repreenda ou castigue o gato! Será pior…   Investigue e compreenda as razões e o ajude a mudar. Se de todo você não conseguir dar a ele o que ele precisa é melhor procurar um outro LAR que o possa receber e dar aquilo que ele precisa. Não o imponha a viver infeliz.

Fernanda & Ronaldo

Deixe um comentário