Como é ter um gato para companhia?

0

As pessoas selecionam gatos como Pets de suas famílias por múltiplas razões. A maioria delas ficam satisfeitas com as suas escolhas, mas uma pequena minoria de desafortunados proprietários, que não se prepararam para se relacionar com um gato, fica desapontado. Se você é um indivíduo que nunca possuiu um gato, você pode ter interesse numa informação geral sobre Felis catus.

Uma advertência: As pessoas freqüentemente escolhem gatos como Pets por razões erradas. Você está procurando um Pet que seja facilmente dominado? Devotado e dependente de seus donos? Um gato que seja facilmente treinado e submisso em todos os momentos? Você gosta de animais, mas não deseja gastar muito tempo com eles? Você quer um gentil Pet que requeira praticamente nenhum cuidado e que não solte pêlos? Um que vá e volte e não te aborreça? Se for assim, você deveria pensar duas vezes em adquirir um gato!

Gatos são indivíduos com personalidades dinâmicas. Eles necessitam donos responsáveis que irão honrar suas individualidades. Usualmente eles preferem locais importantes em seus lares, e, freqüentemente os vêem pulando nos seus preferidos lugares. O mundo dos humanos é constituído dos ailurophiles (aqueles que amam gatos) e ailurophobes (pessoas que temem, e, conseqüentemente, odeiam gatos).

Não é interessante que pessoas que amam cães freqüentemente comentam sobre a lealdade, adestramento, habilidade física e das capacidades dos cães? Cães de guia, de guarda, de resgate, de farejar, de trenó são todos valorizados pelo que eles podem fazer para o ser humano. Igualmente, pessoas que temem cães são, usualmente, temerosas dos animais unicamente pelo ponto de vista físico. Elas sabem que cães de guarda ou animais bravios podem acometê-las de perigosos danos físicos.

Gatos, por outro lado, são amados devido ao seu apelo emocional. Eles fazem pouco por nós fisicamente, mas trazem grandes influencias de paz, quietude e tranqüilidade em nossa vida emocional. O ronronar (*) deles é universalmente reconhecido como a música de  contentamento, mas ninguém sabe exatamente como esse som é feito. Gatos não vão trazer suas sandálias e jornais, e raramente fazem trapaças, mas suas idiossincrasias e sua curiosidade irão divertir você.

(*) O gato geralmente ronrona na maioria das vezes por satisfação e contentamento. Entretanto, ele pode ronronar também por estar sentido exatamente o contrario, como, por exemplo, se estiver doente, triste e sentindo dor. O que é certo é que o ronronar é uma manifestação emocional, seja de satisfação ou de insatisfação.

Aqueles que temem ou odeiam gatos podem raramente explicar seus sentimentos de animosidade. Certamente eles não estão temerosos de serem atacados.  Mais provável, eles temem e odeiam gatos porque eles não compreendem gatos: eles recusam ser amigos e aceitar gatos porque gatos carregam suas próprias credenciais. Gatos pets não são cópias de carbono; todos eles são originais.

Todos os felinos possuem anatomia, características psicológicas e comportamentais que são únicas, sendo essa uma das razões da sua propensão para esquivar-se de conflitos em sua sociedade. Isto é comumente chamado de comportamento de evitar (avoydance behavior) ou comportamento induzido por estímulo adverso.

Existem três tipos de comportamento de evitar: O ativo ou de fugir da adversidade; o passivo ou de ficar congelado e imóvel quando o problema é percebido; e o reflexo de proteção que inclui se esconder. A maioria dos animais possui e demonstra um ou dois desses traços comportamentais. Gatos possuem os três, e se acredita que cada um dele é coordenado separadamente em regiões especificas do cérebro.

Todos os felinos são poderosos atletas, ainda que raramente demonstrem esta força, usando esta força sobriamente para suas próprias necessidades e desejos. Eles nunca são vistos perseguindo ativamente sua presa. Preferem usar a sua esperteza e astúcia para pegá-la. Enquanto o cão pode perseguir o coelho até que ambos fiquem exaustos, o gato emprega a sua paciência, esperando imóvel até que o rato esteja dentro do alcance do seu repentino e certeiro pulo, reforçado por suas unhas e dentes afiados.

O senso de cheiro do gato não é tão aguçado como o do cão, mas a visão do felino é bem melhor e a sua audição é fenomenal. Seus grandes olhos são apropriados para funcionar bem mesmo em baixo nível de luminosidade, embora erroneamente seja acreditado que ele possa enxergar na total escuridão. As retinas possuem uma camada de guanina (Guanina é uma das cinco principais nucleobases encontradas nos ácidos nucléicos do DNA e RNA; os outros são adenina, citosina, timina e uracil) que produzem uma reflexão quando a luz brilha em direção delas.

 

 

Deixe um comentário