Já possuo um gato. O que devo fazer antes de ter um outro gato?

0

Você  se preocupa com os ciúmes que a sua gatinha(o) atual possa sentir pelo novo membro da família. E isso pode acontecer mesmo. Mas não é um grande problema…

Existem duas perspectivas a se observar para se decidir em ter ou não outro bichano:

O seu atual gato continuará só, sentindo solidão, e sujeito aos efeitos decorrentes da solidão ao longo do tempo, ou se encara a possível desconforto inicial a fim de prover uma companhia para ela(e). Cada gato possui um temperamento, mas na nossa experiência, é possível tê-la adaptada desde que você concilie alguns fatores:

  • A nova(o) gatinha(o) tem que ter um ótimo temperamento. Preferencialmente, mas não indispensável, que a nova companhia seja ainda mais nova.

 Você e sua família:

  • Tenham o cuidado de apresentá-las gradativamente;
  • Dispensem o mesmo carinho para as duas(dois);
  • Sejam tolerantes com alguma coisa mal feita que a sua(seu) gatinha(o) possa inicialmente fazer. Geralmente, marcam território, chegando, às vezes, a defecar em lugares impróprios. Tudo isso para chamar atenção sobre ela.

Não vemos essa como sendo a principal preocupação dessa questão. De acordo com a nossa experiência a sua maior consideração deve ser a seguinte: Você já possui um gatinho. Esse gatinho é realmente sadio? Se pegou o seu atual gatinho(a) na rua (o que admiramos muito) então é preciso submetê-la a uma criteriosa avaliação de um bom veterinário no sentido de verificar se ela não é portadora,  ou se ela(e) possui  alguma doença incubada, que para ela(e) não represente risco algum, por ela ser mais resistente e tolerante, mas que, para um novo gatinho, principalmente se ainda for um filhote, poderia representar um sério risco.

A raça Persa é uma raça mais delicada!!! Algo que possa não significar nada para um gato de raça não definida pode ser ruim para o Persa.

Mas essa mesma preocupação sobre o quão saudável deva ser o gato deve existir também em relação ao futuro novo gatinho. Daí a necessidade de buscar um gatinho de boa procedência.

 Ronaldo & Fernanda – Família PetitGatô

Deixe um comentário